Três Lições: Testemunhos para a Dignidade Humana

  • Paulo Jorge Augusto Matos
Palavras-chave: condição humana, dignidade, écfrase, fim do mundo, intermedialidade, guerra, humanidade, intemporalidade, pintura, poesia, testemunho

Resumo

Este ensaio aborda a relação intermedial entre o quadro El 3 de mayo de 1808 en Madrid, de Francisco de Goya, o poema “Carta a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya”, de Metamorfoses, de Jorge de Sena, e o poema “Um pouco só de Goya: Carta a minha filha: [sic]”, de Imagias, de Ana Luísa Amaral. Procura-se estabelecer a proximidade ecfrástica dos poemas com o quadro e a relação intertextual entre as duas composições líricas, percorrendo-se um caminho de descoberta da dignidade humana proclamada pelas três obras, numa preocupação interventiva comum pela valorização dos seres humanos, que, em microcosmovisões, se tornam vítimas-exemplo de condicionalismos próximos de um fim d(n)o mundo ou da sua própria condição existencial.

Como Citar
Matos, P. (2015). Três Lições: Testemunhos para a Dignidade Humana. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (5). Obtido de https://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/77
Secção
Artigos