The Complications of Resistance in Márcio-André’s Ensaios Radioativos

  • Hilary B. Kaplan Brown University
Palavras-chave: Márcio-André, Chernobyl

Resumo

Este artigo analisa as possibilidades e os limites de resistência em Ensaios radioativos (2008) de Márcio-André, em que o poeta brasileiro relata sua visita a Chernobyl em 2007. Considero que as várias maneiras de registrar a resistência no livro estão a serviço de uma poética de rendição radical. Examino especialmente como os ensaios e as performances que eles documentam dependem de uma noção de ecologia global, a fim de derrubar a antiga oposição binária entre centro e periferia que oprime a literatura brasileira. Porém, apesar de toda a sua dependência na interconexão, a obra não está de acordo com as ideias atuais de “environmentality” (Morton) ou “ecocosmopolitanism” (Heise), cmplicando, portanto, a sua recepção como um texto ecopoético. Enfim, enquanto o foco global do projeto sugere uma resistência à brasilidade e à insularidade nacional, os ensaios estão preocupados sobretudo com o reforço da importância da língua nacional e com o ato de reescrever a tradição vanguardista brasileira.
Como Citar
Kaplan, H. B. (2013). The Complications of Resistance in Márcio-André’s Ensaios Radioativos. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, 1(1). Obtido de https://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/10
Secção
Artigos