Minúsculo Império. Uma Leitura de Macau de Paulo Henriques Britto

  • Pedro Serra
Palavras-chave: Poesia brasileira contemporânea, Paulo Henriques Britto, poesia como neurobalística

Resumo

No meu ensaio, levo a cabo uma leitura das valências metafóricas do topónimo 'Macau' que encontramos no livro homónimo (2003) de Paulo Henriques Britto. Centro-me, concretamente, no conjunto 'Sete sonetos simétricos' – especialmente no poema II –, propondo algumas cláusulas sobre a poesia e poética do poeta brasileiro. Subordino, enfim, a minha proposta, aos possíveis e limites de uma poesia como “neurobalística”.

Como Citar
Serra, P. (2014). Minúsculo Império. Uma Leitura de Macau de Paulo Henriques Britto. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (4). Obtido de http://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/59
Secção
Artigos