O Que Termina Apenas Começou: Michel Deguy e a Poética da Ecologia

  • Marcos Siscar
Palavras-chave: Michel Deguy, poesia francesa, ecologia

Resumo

Em que sentido um discurso sobre a ecologia pode configurar uma poética relacionada com a natureza? Qual o estatuto de uma poética para a qual a natureza parece abrir mão de sua função simbólica para apresentar-se tão imediatamente vizinha da ciência, da política, da filosofia? A obra recente do poeta e crítico francês Michel Deguy não apenas oferece algumas propostas interessantes em relação a esse tema como ajuda a entender sua importância para o debate contemporâneo, colocando em jogo uma ideia bastante ousada da tarefa do poeta como voz ativa nas discussões sobre o destino do homem.
Como Citar
Siscar, M. (2014). O Que Termina Apenas Começou: Michel Deguy e a Poética da Ecologia. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (3). Obtido de http://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/41