A tradução poética na obra de Herberto Helder

  • Rafaella Dias Fernandez
Palavras-chave: Erotismo, Poesia, Tradução, Violência, Criação

Resumo

A obra de Herberto Helder é muito vasta e inclui trabalhos de poesia e tradução. Nota-se que em sua poética há uma relação íntima entre essas duas vertentes, tanto a poesia como a tradução surgem com uma potência erótica fundamental para a criação. A tradução está intrinsecamente relacionada à criação, tal como se percebe no modo peculiar de o poeta nomear esse trabalho “poemas mudados para português”. A poesia e a tradução instauram uma violência contra a linguagem, as duas deformam a língua, tirando-a do lugar-comum do sentido. Neste artigo, busca-se pensar a importância da liberdade na atividade de tradução, o que significa uma possibilidade de modificar a língua, criando um idioma poético. Assim, afirmamos a presença indispensável do erotismo e da violência como vetores construtivos da tradução e da criação, privilegiando como foco deste estudo os “poemas mudados para português” por Herberto Helder.
Como Citar
Dias Fernandez, R. (2017). A tradução poética na obra de Herberto Helder. ELyra: Revista Da Rede Internacional Lyracompoetics, (9). Obtido de http://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/174
Secção
Ensaio